Centeno insiste em rigor da despesa: “Não vou desbaratar esse ativo”

Em entrevista à Reuters, o ministro das Finanças português sublinha importância de manter contas controladas.

Não haverá cedências, mesmo que insistam que a gestão orçamental está a ser demasiado rígida. Palavra de Centeno e mesmo em ano de eleições, com a crescente pressão dos partidos que apoiam o governo socialista.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Exclusivos