Caso BES. Banco de Portugal aplica coima de três milhões à KPMG

A auditora teve conhecimento dos riscos relativos à carteira de crédito do BES Angola, não os tendo comunicado ao supervisor.

O Banco de Portugal (BdP) aplicou uma coima de três milhões de euros à KPMG, que auditava o BES, por prestação de informações incompletas e falsas ao supervisor, antes da resolução do banco no verão de 2014.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Exclusivos