Cascais poupa 600 mil euros por ano com recolha de lixo inteligente

Projeto inclui vários tipos de sensores e permitiu maior eficiência nas rotas e grande poupança de custos

Aquilo que começou como uma iniciativa para melhorar a gestão de lixo em Cascais transformou-se num projeto de Internet das Coisas com ganhos de eficiência, maior satisfação dos munícipes e poupanças avultadas. Luís Capão, presidente do Conselho de Administração da Cascais Ambiente, diz ao Dinheiro Vivo que o sistema poupa cerca de 600 mil euros por ano à câmara municipal da cidade. "Nós primeiro apostámos em inovação e a poupança de custos veio a seguir, ao contrário do que muitas vezes se pensa", refere o responsável, indicando que o investimento global foi de 550 mil euros.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos

Premium

Nuno Artur Silva

Notícias da frente da guerra

Passaram cem anos do fim da Primeira Guerra Mundial. Foi a data do Armistício assinado entre os Aliados e o Império Alemão e do cessar-fogo na Frente Ocidental. As hostilidades continuaram ainda em outras regiões. Duas décadas depois, começava a Segunda Guerra Mundial, "um conflito militar global (...) Marcado por um número significativo de ataques contra civis, incluindo o Holocausto e a única vez em que armas nucleares foram utilizadas em combate, foi o conflito mais letal da história da humanidade, resultando entre 50 e mais de 70 milhões de mortes" (Wikipédia).