Bitcoin vai tentando sobreviver aos inimigos que acumula

Presidente da JP Morgan classificou a bitcoin como "uma fraude" e a China proibiu transações da moeda virtual, que chegou a cair quase 50% esta semana

Depois de um mês e meio em ascensão contínua, a bitcoin, que em meados de agosto chegou a valer mais de quatro mil dólares e em inícios de setembro quase bateu o recorde de cinco mil dólares, esteve perto de perder quase metade do seu valor ao longo desta última semana.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ricardo Paes Mamede

O populismo entre nós

O sucesso eleitoral de movimentos e líderes populistas conservadores um pouco por todo o mundo (EUA, Brasil, Filipinas, Turquia, Itália, França, Alemanha, etc.) suscita apreensão nos países que ainda não foram contagiados pelo vírus. Em Portugal vários grupúsculos e pequenos líderes tentam aproveitar o ar dos tempos, aspirando a tornar-se os Trumps, Bolsonaros ou Salvinis lusitanos. Até prova em contrário, estas imitações de baixa qualidade parecem condenadas ao fracasso. Isso não significa, porém, que o país esteja livre de populismos da mesma espécie. Os riscos, porém, vêm de outras paragens, a mais óbvia das quais já é antiga, mas perdura por boas e más razões - o populismo territorial.