"Banif foi um banco desperdiçado"

Erros de gestão no banco cometidos nos anos anteriores à recapitalização levaram ao arruinar da instituição que até tinha uma boa base de partida

Para Pedro Duarte Neves, vice-governador do Banco de Portugal, considerou que o Banif foi um banco desperdiçado por culpa dos vários erros de gestão cometidos nos anos imediatamente anteriores à recapitalização pelo Estado.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

O relatório do Conselho de Segurança

A Carta das Nações Unidas estabelece uma distinção entre a força do poder e o poder da palavra, em que o primeiro tem visibilidade na organização e competências do Conselho de Segurança, que toma decisões obrigatórias, e o segundo na Assembleia Geral que sobretudo vota orientações. Tem acontecido, e ganhou visibilidade no ano findo, que o secretário-geral, como mais alto funcionário da ONU e intervenções nas reuniões de todos os Conselhos, é muitas vezes a única voz que exprime o pensamento da organização sobre as questões mundiais, a chamar as atenções dos jovens e organizações internacionais, públicas e privadas, para a necessidade de fortalecer ou impedir a debilidade das intervenções sustentadoras dos objetivos da ONU.