Banco britânico Lloyd's vai cortar 3000 postos de trabalho

Banco vai fechar 200 agências até ao final de 2017

O banco britânico Lloyd's Banking Group disse hoje que vai eliminar 3000 postos de trabalho e fechar 200 sucursais até final de 2017, no mesmo dia em que anunciou uma duplicação dos lucros no primeiro semestre.

Os lucros dos primeiros seis meses do ano chegaram aos 2.206 milhões de euros, o dobro dos que teve no primeiro semestre do ano passado, segundo os números hoje divulgados.

Num comunicado enviado à bolsa de Londres, o banco fala em incerteza provocada pela vitória da saída do Reino Unido da União Europeia no referendo britânico de junho. O impacto real no banco dependerá do "resultado económico e político" dessa decisão, segundo o mesmo texto.

Ler mais

Exclusivos

Premium

adoção

Técnicos e juízes receiam ataques pelas suas decisões

É procurador no Tribunal de Cascais há 25 anos. Escolheu sempre a área de família e menores. Hoje ainda se choca com o facto de ser uma das áreas da sociedade em que não se investe muito, quer em meios quer em estratégia. Por isso, defende que ainda há situações em que o Estado deveria intervir, outras que deveriam mudar. Tudo pelo superior interesse da criança.