Arrendamento Acessível. Inquilinos e proprietários antecipam “falhanço”

A regulamentação do Programa de Arrendamento Acessível estabelece que o preço máximo de renda pode variar entre 200 e 1.700 euros.

Associações de inquilinos e de proprietários manifestaram-se hoje contra as condições do Programa de Arrendamento Acessível, antecipando o “falhanço” deste instrumento por falta de adesão de ambas as partes, sobretudo devido aos “valores muito elevados” das rendas.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Exclusivos