Anúncios a séries no Netflix revoltam utilizadores

Empresa de streaming diz que é possível ir diretamente para o conteúdo que se pretende visualizar, evitando anúncios

A plataforma de streaming Netflix começou a mostrar anúncios a conteúdos disponíveis no serviço entre filmes e séries. "Estamos a testar de que forma é que as recomendações entre episódios ajudam os assinantes a descobrir mais rapidamente certas histórias de que vão gostar", justificou ao site ARS Technica fonte oficial da empresa.

No entanto, a medida foi alvo de críticas por parte de alguns utilizadores. Nas redes sociais alguns dizem que não faz sentido, uma vez que este é um serviço pago por subscrição.

"Há alguns anos introduzimos trailers na experiência de televisão, porque reparámos que eles reduziam significativamente o tempo que os membros gastam a procurar conteúdos", disse a empresa num comunicado, garantindo que os utilizadores podem saltar diretamente para o conteúdo que pretendem ver.

Esta medida já fez alguns utilizadores ameaçar abandonar o serviço. "Agora, o Netflix está a mostrar anúncios aos seus próprios programas. É tempo de cancelar a minha subscrição", escreveu um utilizador no Twitter. "Adoro o Netflix e sou assinante há vários anos. Mas se começarem a ter anúncios, mesmo se os poder saltar, irei cancelar a minha conta", disse outra assinante na mesma rede social.

Não se sabe se o Netflix está a testar estes anúncios em todos os mercados ou apenas nos anglófonos, já que há relatos de países como os Estados Unidos, o Reino Unido e a Austrália.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

O relatório do Conselho de Segurança

A Carta das Nações Unidas estabelece uma distinção entre a força do poder e o poder da palavra, em que o primeiro tem visibilidade na organização e competências do Conselho de Segurança, que toma decisões obrigatórias, e o segundo na Assembleia Geral que sobretudo vota orientações. Tem acontecido, e ganhou visibilidade no ano findo, que o secretário-geral, como mais alto funcionário da ONU e intervenções nas reuniões de todos os Conselhos, é muitas vezes a única voz que exprime o pensamento da organização sobre as questões mundiais, a chamar as atenções dos jovens e organizações internacionais, públicas e privadas, para a necessidade de fortalecer ou impedir a debilidade das intervenções sustentadoras dos objetivos da ONU.