Empresas mundiais vão pagar mais 10% em dividendos

A consultora Markit estima que as cotadas paguem 1,64 biliões de dólares aos acionistas durante 2018, o montante mais elevado desde 2014

Dinheiro Vivo

As empresas cotadas nas bolsas mundiais deverão abrir os cordões à bolsa este ano. A recuperação da economia global e dos resultados das empresas são os motores que permitirão o crescimento dos dividendos que serão pagos aos acionistas, segundo um estudo da IHS Markit a que o Dinheiro Vivo teve acesso. No total, as 7500 empresas incluídas na análise deverão distribuir 1,64 biliões de dólares (1,35 biliões de euros) em dividendos. É uma subida de 10% face ao ano anterior e 2018 vai ser o mais generoso para os acionistas desde 2014, segundo as estimativas desta consultora.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia