Homem mais rico de Inglaterra quer comprar o Manchester United

Sir Jim Ratcliffe é multimilionário, investidor experiente no negócio do desporto e, acima de tudo, adepto dos Red Devils, ao contrário da família Glazer, disposta a vender o clube.

O Manchester United não sai das primeiras páginas: depois de romper com Cristiano Ronaldo, após a entrevista do seu mais emblemático jogador a queixar-se do clube, os Red Devils podem mudar de dono. A família Glazer, proprietária do gigante do norte de Inglaterra desde 2005, está cansada de críticas à sua gestão feitas pelos adeptos e pela imprensa e admite "tomar em breve decisões estratégicas". Os Glazer já até contrataram o Raine Group, a empresa especializada em negócios do tipo que intermediou a recente venda do Chelsea, de Roman Abramovich para Todd Boehly.

Clube rico em dinheiro e em história, apesar de não conseguir vencer uma Premier League desde 2013, ainda estava Sir Alex Ferguson no comando técnico da equipa de futebol, o United não terá dificuldades em encontrar interessados. Na última semana, um nome andou nas bocas da imprensa londrina: Sir Jim Ratcliffe, presidente da Ineos, multinacional da indústria química, e homem mais rico de Inglaterra, com fortuna avaliada em perto de 30 mil milhões de libras, segundo dados de 2018.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG