Há mais casais no desemprego do que há um ano

Em julho contavam-se 10.521 casais com ambos os elementos no desemprego. A situação é mais favorável do que em junho, mas pior do que um ano antes.

Julho é o quarto mês consecutivo em que o Instituo do Emprego e Formação Profissional regista uma descida mensal consecutivo de casos de casais em que ambos os elementos se encontram no desemprego. Mas a comparação homóloga revela um retrato diferente e desde março que o sentido tem sido de subida.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG