Grupo chinês compra 23,7% de empresa do dono da TAP

O HNA Group tornou-se acionista da Azul Linhas Aéreas Brasileiras, propriedade de David Neeleman

O chinês HNA Group assinou acordo para se tornar acionista da Azul Linhas Aéreas Brasileiras, empresa de David Neeleman, empresário que, com o português Humberto Pedrosa, ganhou a privatização da TAP.

O grupo chinês vai investir 450 milhões de dólares para ficar com 23,7 por cento da companhia aérea, passando a ter assento no Conselho de Administração da empresa.

"Esse investimento trará importantes benefícios para a Azul em vários aspetos, tais como: fortalecimento do caixa; continuidade do plano de renovação de frota; melhoria de produtos e serviços para nossos clientes; além de amortização de dívidas", disse a empresa em comunicado, citado pela agência Reuters, nesta terça-feira.

De acordo David Neeleman, o acordo pode fazer com que a empresa aérea brasileira entre no mercado asiático.

O HNA Group é um consórcio que opera nos setores de aviação, indústria, turismo, logística e financeiro, com atuação expressiva no financiamento de aeronaves.

Em junho deste ano, a norte-americana United Airlines, do grupo United Continental, tinha anunciado a compra de 5 por cento da Azul por 100 milhões de dólares.

David Neeleman e Humberto Pedrosa, dono da empresa de transportes Barraqueiro, juntaram-se no consórcio Gateway e ganharam a privatização de 61% da TAP, cujo negócio foi concluído no dia 12.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG