Governo pede à PGR que analise rendas excessivas na energia solar

Procuradoria vai analisar se há matéria para revogar licenças. Rendas em excesso podem chegar a 40 milhões de euros

O governo solicitou à Procuradoria-Geral da República (PGR) para averiguar se há matéria para revogar ou cessar os contratos de várias centrais de energia solar fotovoltaicas, cujas licenças foram atribuídas em 2009 oferecendo aos produtores rendas bastante elevadas.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG