Fundo para apoiar exportações com mais 20 milhões

Capital do Fundo de Fundos para a Internacionalização aumenta para 120 milhões. Presença na Expo Dubai 2020 vai custar 7 milhões.

O fundo de fundos para investimento destinado a apoiar a internacionalização das empresas portuguesas vai ter o capital aumentado em 20 milhões de euros, depois da sua constituição este ano com um capital inicial de 100 milhões de euros, de acordo com a proposta de orçamento para 2019.

O Fundo de Fundos para a Internacionalização destina-se a permitir a participação deste fundo em operações de coinvestimento com fundos terceiros, públicos ou privados. A medida integra a estratégia do atual governo para aumento da atividade exportadora.

Em 2017, as vendas ao exterior representaram 43% do PIB nacional, e a meta é que cheguem a 50%.

Ainda nas atividades de internacionalização da economia, a AICEP contará em 2019 com uma dotação de 7 milhões de euros para preparar a participação de Portugal na Exposição Mundial Dubai 2020.

No relacionamento bilateral, e no que toca à representação externa do país, o relatório do orçamento continua a privilegiar os laços com os parceiros europeus tradicionais: Espanha, França e Alemanha. Mas junta ainda o Reino Unido, no contexto pós-brexit, países de língua portuguesa, Estados Unidos, Canadá, norte de África, América Latina, e ainda China, Japão e Índia.

As despesas com a representação externa nacional vão conhecer no próximo ano um aumento de 11,9% para 334 milhões de euros. Haverá 11 milhões dedicados a projetos nos quais se incluem a informatização da rede consular portuguesa.

Já o apoio humanitário via organizações multilaterais conhece no orçamento do próximo ano uma redução significativa de verbas, com 3,8 milhões de euros reservados à participação em mecanismos multilaterais de ajuda a outros países. Este ano, a verba era de 5,3 milhões de euros.

Maria Caetano é jornalista do Dinheiro Vivo

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG