Fisco lança megaoperação a milhares de restaurantes, padarias, bares e cafés

Em causa está a correta aplicação do IVA, da fuga ao fisco e da utilização de software certificado.

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) está a realizar esta terça-feira uma megaoperação de fiscalização de restaurantes, padarias, bares e cafés, para controlo do cumprimento das obrigações de faturação.

A notícia avançada pelo Jornal Económico explica que na mira do fisco estão dezenas de milhar de estabelecimentos - só em Lisboa e Porto são mais de 20 mil os alvos. No terreno estão centenas de inspetores a fiscalizar os sistemas informáticos para perceberem se estes permitem fugir aos impostos.

A operação "Ementa turística" centra-se nas áreas de maior concentração de restauração, como os centros históricos, as zonas da baixa das cidades e zonas balneares, numa altura em que estão mais turistas em Portugal e que muitos portugueses estão também de férias.

Em causa está a correta aplicação do IVA, da fuga ao fisco e da utilização de software certificado. A AT pretende também recolher no terreno dados que permitam conhecer a dimensão e o modo de funcionamento da atividade desenvolvida pelo estabelecimento em causa, para "permitir uma monitorização subsequente e uma eficaz análise de risco para seleção para inspeção", lê-se no mesmo jornal, citando as instruções dadas às direções de finanças de todo o país.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Exclusivos

Premium

Legionela

Maioria das vítimas quer "alguma justiça" e indemnização do Estado

Cinco anos depois do surto de legionela que matou 12 pessoas e infetou mais de 400, em Vila Franca de Xira, a maioria das vítimas reclama por indemnização. "Queremos que se faça alguma justiça, porque nunca será completa", defende a associação das vítimas, no dia em que começa a fase de instrução do processo, no tribunal de Loures, que contempla apenas 73 casos.