Estado, famílias e empresas estão mais endividados

Dados relativos ao mês de abril foram hoje divulgados pelo Banco de Portugal

O endividamento do setor não financeiro (Estado, famílias e empresas não financeiras) aumentou em abril para os 708,99 mil milhões de euros, segundo dados hoje divulgados pelo Banco de Portugal (BdP).

Trata-se de uma subida de 3,5 mil milhões de euros face a março que, segundo o BdP, resultou, principalmente, do aumento do endividamento junto do setor financeiro residente.

Do total do endividamento do setor não financeiro, 301,4 mil milhões respeitaram ao setor público e 407,6 mil milhões ao setor privado.

O endividamento do setor privado aumentou 0,3 mil milhões de euros em abril, em relação ao mês anterior, "em resultado do acréscimo do endividamento das empresas privadas junto do setor financeiro e do exterior", destaca o BdP.

Por dimensão das empresas, o endividamento foi mais elevado nas grandes (31%), seguidas das microempresas (26%), médias (18%) e pequenas (16%).

Por setor, o endividamento surge em maior quantidade nos setores da construção e atividades imobiliárias, seguido do comércio.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG