Empresas em guerra aberta nos preços da luz para 2019

No mercado livre, a Endesa promete uma redução média de 6,3% das tarifas, enquanto a Galp se fica por um corte de apenas 2,6%.

Já a partir de 1 de janeiro de 2019, a contas da luz das famílias portuguesas vai descer, em média, entre 2,6% e 6,3%, dependendo de que empresa sejam clientes no mercado liberalizado. A guerra de preços é certa. No mercado regulado, a ERSE ditou para a EDP Serviço Universal uma redução de 3,5% nas tarifas de 2019 (para cerca de um milhão de clientes), o que equivale a menos 1,58 euros numa fatura média mensal de 45,1 euros.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG