Dono da Zara chegou pela primeira vez ao topo dos mais ricos da Forbes

Multimilionário esteve pela primeira vez à frente de Bill Gates, durante algumas horas, devido à subida em bolsa da Inditex

Amancio Ortega, o dono do grupo Inditex que inclui marcas como a Zara, a Pull and Bear ou a Uterqüe, foi esta sexta-feira considerado o homem mais rico do mundo pela Forbes, no seu ranking em 'real time', ou seja, a lista que acompanha diariamente a evolução da riqueza mundial.

Nunca, até hoje, o espanhol tinha conseguido ultrapassar Bill Gates, o fundador da Microsoft - que continua a ser, para a Forbes, o homem mais rico do mundo em 2015. Só esta sexta-feira, e graças à valorização em bolsa da Inditex - que vendia cada título a 33,70 euros - Ortega conquistou o lugar cimeiro, pelo menos durante algumas horas. Ao início da tarde, Bill Gates, que tinha passado para segundo, recuperou o primeiro lugar.

Na manhã desta sexta-feira, o dono da Zara tinha uma fortuna avaliada em 79 600 milhões de dólares, cerca de 71 700 milhões de euros. O império de Bill Gates estava avaliado em 78 100 milhões de dólares, cerca de 69 300 milhões de euros.

Primeira Zara em 1975

Ortega acumulou a sua fortuna a partir do zero, tendo começado a fabricar roupa feminina numa empresa a que chamou GOA - as suas iniciais no sentido inverso. O seu nome completo é Amancio Ortega Gaona.

A primeira loja da Zara abriu em 1975 em A Coruña, Espanha. A Inditex, como empresa holding do grupo de Ortega, que entretanto crescia com êxito, foi fundada em 1985, tendo entrado em bolsa a partir de 2001. Desde então, os dividendos para os acionistas da Inditex têm vindo a duplicar a cada cinco anos.

Atualmente, o grupo que conta com oito cadeias principais e emprega cerca de 140 mil pessoas em todo o mundo.

Em paralelo à Inditex, Amancio Ortega tem vindo a criar um império imobiliário: a Pontegadea Inmobiliaria é a primeira agência em Espanha e está presente em Londres e outros mercados internacionais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG