Dívidas às construtoras portuguesas preocupam FMI em Angola

Montante das dívidas de Angola às construtoras portuguesas estava estimado em cerca de 500 milhões de euros. Governo de Angola assume dificuldades.

O Estado angolano está a demorar mais tempo do que se esperava para pagar os cerca de 500 milhões de euros em dívida às construtoras portuguesas. Esta situação está a preocupar a missão do FMI (Fundo Monetário Internacional) em Angola e o próprio governo de João Lourenço já admitiu que está a ser difícil pagar as dívidas, escreve esta terça-feira o jornal Público.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG