Dieselgate. Gasóleo ainda resiste à fraude da Volkswagen

Escândalo nos EUA conhecido há um ano. Consumidores ainda não dão preferência ao impacto ambiental dos motores

As mudanças que o Dieselgate, a fraude da Volkswagen com as emissões dos motores nos EUA conhecida há um ano, provocou na indústria automóvel estão a ser lentas, mas a Renault, a marca mais vendida em Portugal, já admitiu vir a retirar grande parte dos seus motores diesel nos próximos anos. Ainda assim, a preferência dos consumidores continua a ir para carros a gasóleo, apesar de os especialistas anteciparem um aumento dos custos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG