Desemprego cai para 6,6%. É a taxa mais baixa desde agosto de 2002

Dados revelados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística

A taxa de desemprego terá caído para os 6,3% em fevereiro, um mínimo desde 2002, depois de ter ficado estável nos 6,6% no primeiro mês de 2019, segundo uma estimativa provisória do Instituto Nacional de Estatística (INE).

Em fevereiro, terá havido menos 13.500 desempregados, estimando-se que a população desempregada se tenha situado em 327.300 pessoas. A taxa de desemprego dos jovens terá descido 1,2 pontos percentuais, em termos mensais, para os 16,4%.

"Em fevereiro de 2019, a estimativa provisória da população empregada correspondeu a 4 844,6 mil pessoas, tendo diminuído 0,1% [3,4 mil] em relação ao mês anterior [janeiro de 2019], 0,5% [21,8 mil] em relação a três meses antes [novembro de 2018] e 1,3% [62,7 mil] em comparação com o mesmo mês de 2018", diz o INE no relatório mensal sobre desemprego divulgado esta sexta-feira.

Em janeiro de 2019, a população desempregada foi estimada em 340,8 mil pessoas, tendo diminuído 0,7% face ao mês anterior. O INE estima que a população empregada tenha aumentado 0,1% mensalmente para 4. 848 mil pessoas. Comparando com janeiro de 2017, a taxa de desemprego caiu 1,2 pontos percentuais. O valor de janeiro deste ano representa uma revisão em baixa de 0,1 pontos percentuais da estimativa anunciada pelo INE.

"Comparando com o mês precedente, a população desempregada diminuiu 0,7% [2,3 mil pessoas] e a população empregada aumentou 0,1% [7,0 mil pessoas] ", adianta o INE.

Exclusivos