David Paes: "Assumir 5% da TAP não é desígnio sindical"

Pilotos querem criar veículo para parquear posição dos trabalhadores na TAP. Objetivo é chegar a 5%

Nove meses depois da passagem da TAP para mãos privadas, o presidente do Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) ainda aguarda que o Governo avance com a venda de 5% aos trabalhadores, mas garante que já está pensada uma solução para otimizar a posição destes. Numa entrevista a propósito do estudo do Boston Consulting Group que propõe cortes até 200 milhões de euros na TAP, David Paes assume que as relações com a administração da TAP são agora mais fáceis.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG