CEO da Volkswagen nos EUA deixa cargo "com efeito imediato"

Volkswagen nos EUA enfrenta baixa provocada pelo escândalo das emissões poluentes. Sai o CEO, em acordo mútuo, "com efeito imediato".

Nova baixa provocada pelo escândalo das emissões poluentes: Michael Horn, número um da gigante automóvel nos Estados Unidos da América desde 2014, pediu esta quarta-feira a renúncia ao cargo. A Volkswagen já comunicou o pedido de saída que diz acontecer em acordo mútuo e com efeitos imediatos para que o executivo possa procurar, desde já, "outras oportunidades".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG