Bolsa brasileira suspensa temporariamente após escândalo de suborno 

Bolsa brasileira suspendeu negociações de ações esta manhã

A bolsa de valores do Brasil (BR&FBovespa) suspendeu hoje de manhã por 30 minutos as negociações de ações.

A decisão aconteceu depois do Ibovespa, onde estão listadas as ações das principais empresas do país, registar uma queda de 10,47%, ao fim de 20 minutos de sessão.

O real, moeda do Brasil, também regista uma queda, de 8,82% face ao dólar às 10:40 locais (14:40 em Lisboa).

O mercado brasileiro está a negociar em negativos um dia depois de escândalos de corrupção atingirem o Presidente do Brasil, Michel Temer, e outros políticos que apoiam o Governo, supostamente envolvidos num esquema de pagamento de suborno denunciado pela empresa JBS.

Segundo as regras da Bovespa em vigor, depois da sessão ser retomada, a negociação poderá voltar a ser interrompida caso se registe uma queda de 15%.

Esperando uma reação negativa do mercado perante as denúncias de corrupção, o Banco Central do país divulgou um comunicado em que afirma que "está monitorando o impacto das informações recentemente divulgadas pela imprensa e atuará para manter a plena funcionalidade dos mercados".

A instituição conclui acrescentando que "esse monitoramento e atuação têm foco no bom funcionamento dos mercados. Não há relação direta e mecânica com a política monetária, que continuará focada nos seus objetivos tradicionais".

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG