Aposta na educação é a chave para tornar o mundo mais justo

Educação, pobreza global e direitos e deveres humanos foram temas debatidos por oradores internacionais na 10ª edição das Conferências do Estoril

A educação pode mesmo mudar o mundo, tornando-o mais justo e sustentável. Esta foi apenas umas das conclusões que ficaram da 10ª edição das Conferências do Estoril, que além da educação e da crise global da aprendizagem, ainda focaram temas como os direitos e deveres humanos, a justiça climática ou a pobreza global. Organizadas com o apoio do Santander Universidades, a iniciativa decorreu no campus da Nova SBE, em Carcavelos, entre 27 e 29 de maio. Tendo por tema a concretização da justiça global, através do cultivo da justiça local, logo no primeiro dia a tónica recaiu sobre a educação e a injustiça que se abate sobre milhões de crianças e adultos, que veem as suas perspetivas de futuro arruinadas só porque não têm, ou não tiveram, acesso à educação. E quem lançou esta ideia foi Javier Roglá Puig, um dos administradores da Teach for All.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG