230 professores que pediram pré-reforma ainda não tiveram luz verde

Aos professores, Educação justifica atraso com falta de orientações das Finanças.

Foram 230 os pedidos de professores interessados em pedir a pré-reforma que chegaram à Direção-Geral da Administração Escolar (DGAE). Mas até agora nenhum deles teve luz verde para avançar, indica o Público. Os Ministérios da Educação e das Finanças não se comprometem com um prazo de resposta.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia