1% da população mundial ficou com 27% da fortuna criada em 35 anos

Os 7 milhões mais afortunados - apenas 0,1% da população mundial - viram os seus ativos crescer tanto como na metade da população mundial mais pobre

76 milhões de pessoas, o equivalente a 1% da população mundial, ficaram com mais de um quarto da fortuna (27%) criada entre 1980 e 2016. Este é um dos destaques do primeiro relatório mundial da desigualdade - World Inequality Report - tornado público esta quinta-feira. O documento coordenado por cinco economistas, entre os quais Thomas Piketty e Gabriel Zucman, alerta que a desigualdade escalou para "níveis extremos" em alguns países e diz que o problema só vai piorar a não ser que os governos tomem uma ação concertada para aumentar os impostos e prevenir a fuga ao fisco.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Exclusivos