Vítor Pereira e José Morais perdem na Champions asiática

Os portugueses, treinadores dos chineses do Shanghai SIPG e dos sul-coreanos do Jeonbuk, respetivamente, perderam esta quarta-feira na segunda jornada da Liga dos Campeões Asiáticos

Os campeões chineses, que tinham vencido em casa na primeira jornada os japoneses do Kawasaki Frontale, por 1-0, saíram esta quarta-feira derrotados na visita aos sul-coreanos do Ulsan, por 1-0, com um golo de Júnior Negão, aos 66 minutos.

Vítor Pereira contou com os estrangeiros Elkeson, Óscar, Hulk e Akhmedov, num jogo em que o Shanghai SIPG teve mais posse de bola e remates à baliza, mas em que acabou por não conseguir triunfar.

A derrota deixa a equipa chinesa no segundo lugar do grupo G, com os mesmos três pontos do Kawasaki Frontale, que esta quarta-feira venceu o Sydney FC (1-0), e a um ponto do Ulsan, que lidera, com quatro.

Um pouco mais tarde entrou em campo o Jeonbuk, do treinador José Morais, que não conseguiu fazer valer o estatuto de favorito diante do Buriram, com um triunfo dos tailandeses por 1-0, graças ao golo de Supachok Sarachat, aos 50 minutos.

À segunda jornada o Jeonbuk caiu para a terceira posição, num grupo em que Urawa e Beijing Guoan ainda vão jogar.

A competição asiática conta ainda com treinadores portugueses Rui Vitória, do Al Nassr, Jesualdo Ferreira, do Al-Sadd, e Rui Faria, do Al Duhail.

Rui Vitória somou a segunda derrota na segunda-feira no grupo A da prova e é último classificado, Jesualdo Ferreira viu o Al-Sadd alcançar o primeiro triunfo frente ao Persepolis, e é terceiro no grupo D, enquanto Rui Faria, que tinha vencido na estreia, perdeu também na terça-feira com os sauditas do Al-Hilal e é segundo no grupo C.

Para os oitavos de final apuram-se os dois primeiros classificados de cada um dos oito grupos.

Exclusivos