Veja as diferenças. Clube de Beckham muda emblema por causa do coronavírus

O Inter Miami decidiu mudar o emblema para apoiar as recomendações do distanciamento social. As duas garças brancas que apareciam juntas agora estão separadas.

O Inter Miami CF, o clube de futebol norte-americano cujo um dos proprietários é o ex-internacional inglês David Beckham, decidiu mudar o emblema nas suas plataformas digitais para apoiar as recomendações governamentais que aconselham o distanciamento social devido à pandemia do novo coronavírus. Assim, as duas garças que antes apareciam juntas no emblema, surgem agora distanciadas uma da outra.

"O emblema foi alterado de maneira a que as duas garças brancas do escudo do Inter Miami, que habitualmente estavam juntas a representar a união da nossa comunidade, agora apareçam separadas uma da outra", informou o clube que se estreou esta temporada na MLS.

"O covid-19 paralisou o mundo inteiro e como resultado disso é importante toda a gente siga os conselhos das autoridades e que todos respeitem as normas do distanciamento social", disse Chris Allan, vice-presidente da franquia de Miami. "O Inter Miami quer aproveitar o alcance do clube, dos jogadores e dos seus proprietários para difundir a partilhar esta mensagem com todos os que nos seguem desde o sul da Florida e no resto do mundo", acrescentou.

As duas garças brancas juntas no emblema do clube de David Beckham significam a liberdade, o poder, a paciência e uma união inseparável. O emblema do Inter Miami tem ainda estampado um eclipse, que simboliza o trabalho de dia e de noite.

O Inter Miami estreou-se na MLS a 1 de março, com uma derrota diante dos Los Ángeles Football Club, equipa da Califórnia, e ainda aguarda o tão esperado primeiro jogo em casa. Algo que ainda pode demorar dado que o campeonato norte-americano de futebol está suspenso devido à pandemia do novo coronavírus - a receção aos LA Galaxy estava prevista para o dia 14 de março.

Além da alteração do escudo, o clube de Beckham criou também uma aplicação para os fãs, na qual podem ter acesso a conteúdos exclusivos com os jogadores que compõem a equipa, na grande maioria cenas de bastidores, onde são mostradas imagens de como os futebolistas ocupam os seus tempos nesta altura de isolamento.

A criação desta equipa era um sonho antigo de David Beckham. Quando representou os LA Galaxy, entre 2007 e 2012, depois de ter deixado o Real Madrid, ficou contemplado no contrato firmado com a MLS a possibilidade de o inglês comprar um clube de futebol a troco de 25 milhões de dólares. Neste megaprojeto, o antigo craque inglês tem como parceiros outros investidores, casos do produtor Simon Fuller, do empresário boliviano de Miami Marcelo Claure, Masayoshi Son e os irmãos Jorge e Jose Mas.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG