Tottenham de Mourinho assume ser o clube inglês com novo caso positivo

O Tottenham, de José Mourinho, assumiu esta quarta-feira ser o clube com um novo caso de covid-19 revelado pela Premier League, mas mantém confidencial o nome da pessoa, não necessariamente futebolista.

"Fomos informados pela Premier League de que tivemos um teste positivo para a covid-19 após a última ronda de testes no nosso centro de treinos. Devido à confidencialidade médica, o nome da pessoa não será divulgado", noticiaram os spurs no seu sítio oficial na Internet.

De um total de 1.197 futebolistas, equipas técnicas e outros funcionários testados na segunda e terça-feira, somente um resultou em positivo.

"Sendo assintomático, vai ficar sete dias em confinamento, cumprindo com o protocolo da Premier League, antes de ser submetido a mais testes", acrescentou o clube londrino.

O Tottenham garante que vai continuar a cumprir "rigorosamente" o protocolo de regresso aos treinos, assegurando que o centro de treinos permaneça um ambiente de trabalho seguro e livre do vírus.

Esta foi a quarta ronda de testes do novo coronavírus no futebol inglês, sendo que do total de 3.882 exames, 12 resultaram em positivo.

A competição regressa em 17 de junho, com os jogos em atrao Manchester City--Arsenal e Aston Villa--Sheffield United.

O campeonato inglês é liderado com grande folga pelo Liverpool, muito próximo de recuperar um título que lhe foge há 30 anos.

De acordo com a atualização de terça-feira, em Inglaterra já morreram 39.369 pessoas, sendo que o número de contágios é de 277.985.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 380 mil mortos e infetou quase 6,4 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 2,7 milhões de doentes foram considerados curados.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG