Sporting vence Benfica e conquista Supertaça de futsal

Leões golearam as águias com uns expressivos 6-2.

O Sporting conquistou hoje a Supertaça de futsal pela nona vez, derrotando com surpreendente facilidade o Benfica por 6-2, em jogo disputado em Torres Novas.

Depois do equilíbrio entre as duas equipas de Lisboa na época passada - e nos últimos anos -, tanto na luta pelo título como na discussão da vitória na Taça de Portugal, esperava-se igual intensidade no primeiro embate da época para decidir a Supertaça.

Mas desde cedo o Sporting mostrou estar melhor, adiantando-se no marcador nos primeiros minutos e ampliando a vantagem na segunda parte. E terminou o jogo com um dos mais desnivelados resultados de sempre entre as duas equipas.

O Sporting entrou muito forte e surpreendeu o Benfica logo aos dois minutos, com o reforço Taynan a emendar na área, oportuno, para o 1-0.

A equipa orientada por Paulo Luís - enquanto Nuno Dias recupera de uma intervenção cirúrgica - foi muito dinâmica nos primeiros minutos. Boa ocupação de espaços e circulação fluída da bola conduziram ao 2-0 num rápido movimento de Rocha, finalizado de pé esquerdo.

O Benfica demorou a entrar no jogo, mas, aos poucos, começou a surgir mais perto da baliza de Guitta.

Drasler e Miguel Ângelo quase reduziram, mas a defesa dos 'leões' mostrou-se segura, fechando bem a baliza.

Com o aproximar do intervalo, o Benfica intensificou a pressão e esteve muito perto do golo, mas a cortina defensiva verde e a falta de pontaria contrariavam a vontade dos encarnados. A segundos do descanso, Rocha até podia ter elevado a vantagem, mas desperdiçou uma ocasião privilegiada quando estava isolado.

O cenário desfavorável para o Benfica pior ficou no recomeço, quando Chaguinha desviou ao primeiro poste para dentro da própria baliza um canto apontado por Merlim.

A perder por 3-0 o Benfica intensificou a pressão e o Sporting 'tremeu'. Aos 24 minutos, Miguel Ângelo aproveitou uma hesitação dos 'leões' e atirou ao poste da baliza de Guitta.

Mas, no minuto seguinte, Merlim fez 'magia' no lado esquerdo, passando com arte por todos os adversários, até oferecer o 4-0 a Rocha. Dois minutos depois, numa disputa com o guarda-redes André Sousa, Cardinal elevou para 5-0 com a baliza aberta.

O Benfica apostou então em Bruno Coelho como guarda-redes avançado, mas o jogo já não tinha história, mesmo com os golos de Fits e Fernandinho.

Jogo no Palácio dos Desportos de Torres Novas.

Exclusivos

Premium

Flamengo-Grémio

Jesus transporta sonho da Champions para a Libertadores

O treinador português sempre disse que tinha o sonho de um dia conquistar a Liga dos Campeões. Tem agora a oportunidade de fazer história levando o Flamengo à final da Taça Libertadores para se poder coroar campeão da América do Sul. O Rio de Janeiro está em ebulição e uma vitória sobre o Grémio irá colocar o Mister no patamar de herói.