Sporting e V. Guimarães anunciam já não haver pedido de insolvência da SAD dos leões

Em causa está a transferência de Raphinha para a Alvalade e uma dívida que rondará os quatro milhões de euros. Clubes estão em "negociações" para resolver o "incumprimento contratual verificado na transferência"

O Sporting e o V. Guimarães comunicaram esta quarta-feira estar em "negociações" para resolver o "incumprimento contratual verificado na transferência" de Raphinha para os leões. Os vimaranenses tinham apresentado um pedido de insolvência da SAD do Sporting junto do Juízo de Comércio de Lisboa, com os clubes a revelarem agora existir um "acordo para a desistência da instância do processo de insolvência".

"A SCP SAD e a VSC SAD comunicam que iniciaram negociações tendentes à resolução do incumprimento contratual verificado na transferência do jogador Raphael Dias Belloli. Tentando antecipar a boa conclusão dessas negociações, o que se espera, as Partes mais comunicam que já alcançaram um acordo para a desistência da instância do processo de insolvência.", lê-se no comunicado conjunto.

Raphinha trocou Guimarães pela equipa de Alvalade no verão de 2018 e os minhotos reclamam atraso no pagamento de creca de quatro milhões de euros. A 6 de março, quando os minhotos apresentaram o pedido de insolvência da SAD leonina, o V. Guimarães referiu que apenas foi paga, e fora do prazo definido, uma prestação da totalidade da transferência, que ronda os 6,5 milhões de euros.

No mesmo dia, João Sampaio, vice-presidente do Sporting, afirmou que o clube de Alvalade estranhava a posição de "histerismo público" do V. Guimarães, em vez de "esperar pela solução de curto prazo" que os leões propuseram. "Honraremos, como sempre, os nosso compromissos, como o Vitória bem sabe", acrescentou na altura.

Na última sexta-feira, dia 8 de março, dois dias depois do V. Guimarães ter agido, os presidentes Júlio Mendes e Frederico Varandas reuniram-se para discutir a situação.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG