Sporting comunica à CMVM saída de administrador da SAD

Miguel Cal,que era administrador remunerado, renunciou ao cargo por motivos pessoais a profissionais.

O Sporting comunicou nesta quinta-feira à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que Miguel Cal apresentou a sua demissão do cargo de vogal da administração da SAD leonina, por motivos pessoais e profissionais.

"A Sporting SAD vem, nos termos e para efeitos do cumprimento da obrigação de informação que decorre do disposto no artigo 248.º-A do Código dos Valores Mobiliários, informar o mercado que o senhor dr. Miguel Garcia Rodrigues Cal apresentou, por motivos pessoais e profissionais, renúncia ao cargo de administrador do conselho de administração da Sporting SAD", lê-se no comunicado enviado à CMVM.

Miguel Cal era administrador remunerado e tinha a seu cargo os pelouros estratégico, de marketing e operacional, estando ainda ligado às áreas comercial, merchandising e comunicação. A partir de agora ficará responsável apenas pela pasta internacional da SAD, onde mantém contactos, mas deixará de receber um salário fixo, podendo desta forma exercer a sua atividade noutra empresa.

Esta é a primeira baixa na SAD desde que Frederico Varandas se tornou presidente do Sporting - existiu mais uma, mas no Conselho Diretivo, com a saída de Francisco Rodrigues dos Santos para se tornar líder do CDS/PP.

A SAD, contudo, mesmo perante a saída de Miguel Cal, continua a ter quórum - precisa de ser composta por um número não inferior a três elementos, nem superior a onze. Neste momento o Conselho de Administração da SAD é composto por Frederico Varandas, Francisco Salgado Zenha e João Sampaio. O outro elemento é Nuno Correia da Silva, administrador não-executivo indicado pela Holdimo.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG