Sp. Braga e Sporting com contas simplificadas. FC Porto e V. Guimarães de calculadora na mão

Sporting de Braga e Sporting podem carimbar quinta-feira o apuramento para os 16 avos de final da Liga Europa. FC Porto e Vitória de Guimarães têm margem reduzida na quinta jornada da fase de grupos.

Dos quatro representantes portugueses em prova, o Sp. Braga, que lidera o grupo K, com 10 pontos, é o que tem mais condições para garantir já a qualificação para os 16 avos de final da Liga Europa, bastando-lhes um empate na receção à armada lusa do Wolverhampton, segundo colocado do grupo, com nove.

Em caso de triunfo sobre o conjunto liderado por Nuno Espírito Santo, o Sporting de Braga não só garante o apuramento, como assegura o primeiro posto, num agrupamento no qual Slovan Bratislava, com quatro pontos, está praticamente afastado dos 16 avos e o Besiktas, ainda sem pontuar, já está fora.

"Criámos esta oportunidade sem ser uma obrigatoriedade, mas logicamente que agora queremos ir mais à frente. Se pudermos ser primeiros, melhor ainda, mas o primeiro objetivo é passar à fase seguinte, se possível já neste jogo. Se pudermos juntar algum recorde, juntamos com todo o gosto e orgulho, mas queremos passar à fase seguinte", referiu o treinador Ricardo Sá Pinto.

O Sporting também está em boa posição, liderando o grupo D, com nove pontos, mais dois do que LASK Linz e PSV Eindhoven, sendo que, se bater os holandeses na quinta-feira, em Alvalade, e os austríacos não vencerem o Rosenborg, segue para próxima fase e ainda garante o primeiro lugar.

Desde que se estrearam no grupo com uma derrota em Eindhoven (3-2), os leões, treinados por Silas, somaram três vitórias seguidas, que lhes abrem boas perspetivas de serem um dos 32 emblemas que vão marcaram presença na próxima fase da Liga Europa.

"Interessa-nos muito ganhar e resolver esta questão porque queremos concentrar-nos na liga e na Taça da Liga, onde vamos enfrentar um rival forte. Queremos arrumar o apuramento sabendo que o PSV é uma equipa forte, a única com quem perdemos na prova. Jogamos em casa e achamos que podemos ganhar. O apoio dos adeptos será fundamental para nós. Se vencermos o PSV, o jogo com o LASK será diferente e aproveitaremos para dar descanso a jogadores. Não estamos preocupados em ser primeiro ou segundo, mas em passar", indicou Jorge Silas.

Com apenas uma vitória, logo na estreia, perante o Young Boys, o FC Porto tem complicado a tarefa na Liga Europa e é o último classificado do grupo G, com quatro pontos, menos três do que os suíços e do que o Rangers, que bateu os dragões na última ronda.

O conjunto portista, em igualdade pontual com o Feyenoord, visita na quinta-feira o Young Boys e apenas a vitória lhe interessa, caso não queira ficar dependente de terceiros, precisamente o que sucede com o Vitória de Guimarães, no grupo F.

"A estratégia foi planeada para vencer este jogo, queremos depender só de nós para o último desafio em casa com o Feyenoord. Estamos focados na vitória. Ganhar é essencial para nós. Num clube como o FC Porto, se não houver pressão faço questão de criá-la, comigo e com os outros. Sou uma pessoa competitiva. Faz parte do nosso trabalho. Todos os jogos são decisivos. Sabemos da responsabilidade que temos e a história do FC Porto. Temos de fazer mais e melhor do que fizemos nas duas últimas deslocações", disse Sérgio Conceição.

Os vitorianos somam apenas um ponto, conquistado com o empate na receção ao líder Arsenal (1-1), que tem 10, e veem a concorrência mais próxima, Eintracht Frankfurt e Standard Liège, à distância de cinco pontos, pelo que só um triunfo sobre os belgas serve ao V. Guimarães

Mesmo que vença o Standard, em Guimarães, a formação minhota poderá ficar já afastada, caso o Eintracht vença os gunners, em Londres. A esperança - ainda que ténue - dos vimaranenses manter-se-á intacta se os ingleses superarem os alemães e o conjunto comandado por Ivo Vieira vencer a equipa de Liège.

"O importante é ganhar jogos para estarmos mais perto de passar, o que temos de fazer diferente é o número de golos a favor. A tarefa é difícil perante uma equipa competitiva com grandes possibilidades de passar à fase seguinte. Temos de agarrar-nos à esperança e acreditar. A estratégia vai entrar naquilo que é o objetivo de ganhar, não dependemos exclusivamente de nós, vamos depender sempre de segundos e terceiros", disse o treinador vimaranense Ivo Vieira.

Nos 16 avos de final estão já garantidos Espanyol, Manchester United, Sevilha e Celtic, enquanto Basileia, Getafe, Cluj, Gent, Wolfsburgo, Basaksehir e AZ Alkmaar podem carimbar o passaporte na quinta e penúltima ronda da fase de grupos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG