Shakhtar de Paulo Fonseca empata com o Lyon e falha apuramento

Manchester United de Mourinho e Juventus de Ronaldo fecham fase de grupos com derrota. Ajax empata 3-3 com o Bayern e ganha o grupo E

O Shakhtar Donetsk, treinado por Paulo Fonseca, falhou o apuramento para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões ao ceder um empate 1-1, em Kiev, diante do Lyon, naquela que era a única dúvida da noite de quarta-feira quanto aos apurados para a fase a eliminar.

Os ucranianos colocaram-se a vencer aos 22 minutos graças a um golo do brasileiro Junior Moraes, mas na segunda parte o Lyon, com Anthony Lopes no onze, marcou o golo do empate que garantiu o apuramento, por Fekir.

Neste grupo F, o primeiro lugar estava já entregue ao Manchester City, que começou por apanhar um susto na receção aos alemães do Hoffenheim, que se colocaram em vantagem com um penálti apontado por Kramaric. Só que, em cima do intervalo, Leroy Sané cobrou um livre de forma espetacular e empatou a partida.

Foi ainda com Bernardo Silva em campo que Leroy Sané deu a vitória ao Manchester City, por 2-1, a finalizar um passe de Sterling.

Ronaldo e Mourinho derrotados

Surpreendente foi a derrota da Juventus em Berna, na Suíça, diante do Young Boys, por 2-1. É certo que os italianos já tinham o primeiro lugar garantido, mas os suíços, que faziam o último jogo na Europa esta época, fizeram deste jogo uma questão de honra e abriram o marcador através de um penálti cobrado pelo francês Hoarau (30').

O mesmo jogador acabaria por aumentar a vantagem dos 68 minutos e o melhor que a Juventus conseguiu foi reduzir pelo argentino Paulo Dybala, um golo que não evitou a segunda derrota da vecchia signora na fase de grupos da Champions. Cristiano Ronaldo foi titular, desperdiçou várias oportunidades e até rematou uma bola ao poste, mas mas desta vez ficou em branco.

No outro jogo deste grupo H, o Valência venceu o Manchester United, de José Mourinho, por 2-1. Sem Gonçalo Guedes, que vai ser operado, os espanhóis abriram o marcador por Carlos Soler (17') e voltaram a marcar no início da segunda parte graças a um inacreditável autogolo de Phil Jones.

Mourinho desesperava no banco de suplentes e o melhor que a sua equipa fez foi reduzir a três minutos do final por Rashford. Ainda assim, o United mantém-se na Champions, enquanto o Valência segue para a Liga Europa.

Bayern garante primeiro lugar

Extraordinário foi o jogo disputado na Johan Cruijff Arena, onde Ajax e Bayern Munique decidiam quem vencia o grupo E, sendo que os holandeses estavam obrigados a vencer. Contudo, numa partida emocionante o 3-3 final beneficiou os alemães que assim garantiram o primeiro lugar.

Lewandowski, a passe de Gnabry, começou por colocar os bávaros em vantagem logo aos 13 minutos, resultado com que se chegou ao intervalo. A esperança do Ajax renasceu à passagem da hora de jogo graças ao empate obtido por Dusan Tadic.

O jogo teve depois uma expulsão para cada lado: Wober para a equipa da casa (67') e Thomas Müller para os visitantes (75'). Seguiu-se depois um final de jogo louco, com Tadic a bisar de penálti e a colocar o Ajax na frente, só que pouco depois foi o Bayern a beneficiar de um penálti convertido por Lewandowski.

Foi já com Renato Sanches em campo que a esperança holandesa ruiu quando Kingsley Coman colocou de novo o Bayern a vencer (90'+1), mas o Ajax ainda foi a tempo de evitar a derrota através de um golo do argentino Tagliafico.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG