Sérgio Conceição, Sporting e penáltis. Uma equação que não combina

O atual treinador do FC Porto saiu sempre derrotado (e já são quatro vezes!) quando defrontou o Sporting e o jogo teve de ser decidido no desempate por grandes penalidades.

Sérgio Conceição tem definitivamente um problema sempre que uma equipa treinada por si defronta o Sporting e o jogo tem de ser decidido nas grandes penalidades. A final da Taça da Liga, realizada no sábado, em Braga, que os leões venceram no desempate por grandes penalidades (3-1), veio mais uma vez confirmar esta teoria.

Já são quatro os jogos em que Sérgio Conceição cai diante dos leões na lotaria dos penáltis. A primeira vez aconteceu na final da Taça de Portugal, na época 2014/15. Então no comando do Sporting de Braga, os arsenalistas chegaram ao intervalo a vencer por 2-0 (golo de Éder e Rafa Silva). Mas os leões empataram por Slimani (84') e Montero (90'+3) e o jogo teve de ser decidido nos penáltis - o Sporting, que tinha Rui Patrício na baliza, acabou por vencer, por 3-1, com André Pinto e Éder a falharem os respetivos penáltis.

Na temporada passada, Sérgio Conceição sentiu este efeito a dobrar. Na meia-final da Taça da Liga, em janeiro, os dois clubes defrontaram-se também no Municipal de Braga. O jogo terminou 0-0 e foi necessário recorrer ao desempate por grandes penalidades. O leões superiorizam-se outra vez nos castigos máximos, vencendo por 4-3 - Rui Patrício foi o grande herói da partida ao travar os remates de Herrera, Aboubakar, e Brahimi a atirar ao lado.

Meses mais tarde, em abril, Sporting e FC Porto tiveram nova discussão numa meia-final, desta vez para decidir quem seria o finalista da Taça de Portugal. Na primeira mão, no Dragão, a equipa de Sérgio Conceição venceu por 1-0, golo de Tiquinho Soares. Em Alvalade, o Sporting conseguiu idêntico resultado (golo de Coates) e o jogo teve de ser decidido nos castigos de 11 metros. Como não há duas sem três, os leões levaram a melhor, batendo o FC Porto por 5-4 - Marcano atirou ao poste da baliza de Rui Patrício.

Este sábado, em Braga, um novo jogo que obrigou a um desempate por grandes penalidades. E à quarta vez entre Conceição e o Sporting, os leões voltaram a ser mais fortes. O jogo terminou empatado a um golo (Fernando Andrade e Bas Dost) e na lotaria final o Sporting levou a melhor, batendo os portistas por 3-1 - Felipe atirou a bola à barra no último remate e antes Militão e Hernâni também tinham falhado.

O Sporting tem de facto estrelinha nos jogos em que é necessário recorrer às grandes penalidades para encontrar o vencedor. E já são seis consecutivos. Além dos quatro duelos com as equipas de Sérgio Conceição (uma vez contra o Sp. Braga e três diante do FC Porto), os leões venceram a Taça da Liga do ano passado depois de baterem nos castigos máximos o V. Setúbal (5-4). E já neste mês de janeiro, nas meias-finais da Taça da Liga, tinham eliminado o Sp. Braga desta forma.

Exclusivos