Sérgio Conceição gosta de ganhar, seja em Coimbra, no Cazaquistão ou na China

FC Porto e Benfica medem forças na final da Taça de Portugal, no sábado, no Estádio Cidade de Coimbra, terra que viu nasceu o técnico portista.

A final da Taça de Portugal está marcada para sábado (20.45, RTP1), em Coimbra, terra que viu nasceu Sérgio Conceição. Será especial por isso? "Gosto de ganhar aqui [Coimbra], no Cazaquistão ou na China. A vontade de ganhar é a mesma. Tenho um gosto enorme que o jogo seja em Coimbra, traz-me boas recordações da infância, mas nada mais que isso. Para já, não foi mau, ganhámos o campeonato, mas ainda falta a Taça", confessou o treinador do FC Porto, que vai tentar conquistar a sua primeira taça como treinador depois de duas finais perdidas.

Sobre o reencontro com o Benfica, depois de terem garantido duas vitórias esta época para o campeonato, é preciso ter em atenção que não existem jogos iguais: "Faz parte do passado, não interfere em nada. Temos de nos preparar para aquilo que der o jogo. É um título muito importante que queremos conquistar."

O treinador do FC Porto desvalorizou também a "inexperiência" de Veríssimo como treinador, garantindo que isso não representa nenhuma vantagem para os azuis e brancos. "O Bruno Lage também não tinha muita experiência quando pegou na equipa e fez um bom trabalho. Não interfere muito. Veríssimo já é treinador há alguns anos. Não vejo que haja alguma vantagem", defendeu o portista.

Luís Díaz e Uribe trabalharam à parte do plantel e estão em dúvida, mas Sérgio Conceição não os descartou da final. "Todas as horas contam, vamos aguardar. Não é um cenário fantástico, mas também não é deprimente, pois se eles não estiverem estarão outros dois com características diferentes, é certo, mas é para isso que me pagam. É para arranjar soluções", disse o treinador, sem confirmar se vai manter o jovem Diogo Costa, que tem jogado na taça e nos últimos dois jogos do campeonato, na baliza: "Vou escolher o 11 que me der mais garantias".

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG