Sérgio Conceição: "Entrar com o símbolo do FC Porto não chega para ganhar"

O treinador do FC Porto avisou que os jogadores do Vila Real vão entrar em campo, esta sexta-feira, "com uma enorme determinação para fazerem história" na Taça de Portugal

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, garante que a sua equipa vai apresentar-se "com respeito" esta sexta-feira em Vila Real, para defrontar a equipa local, em jogo a contar para a 3.ª eliminatória da Taça de Portugal.

E nesse sentido avisou que "entrar com o símbolo do FC Porto nas camisolas não chega para ganhar". E explicou porquê: "Do outro lado vão estar onze jogadores que vão entrar em campo com uma enorme determinação para fazerem história. Querem muito eliminar o FC Porto, um dos favoritos a ganhar a competição, por isso a nossa exigência motivacional tem de estar presente no jogo."

O treinador portista assumiu ter "muito apreço e carinho" pela Taça de Portugal, que apenas venceu enquanto jogador ao serviço do FC Porto. "Infelizmente não consegui vencer a final em que estive presente ao serviço do Sporting de Braga. Tenho o sonho de ganhar esta bonita competição. É uma prova que encerra a época desportiva num dia de grande festa. Acho que é fantástico", sublinhou

Sérgio Conceição garantiu que os dragões prepararam a partida frente ao Vila Real, dos escalões distritais "com seriedade". "Vamos jogar contra amadores, mas não vai existir facilitismo. Lembro-me que este adversário o ano passado jogou com o Desportivo das Aves e só perdeu nos últimos minutos. Hoje em dia não há jogos fáceis, todas as equipas trabalham bem. Há uma diferença de qualidade, obviamente, embora por vezes os encontros se tornem equilibrados pela motivação que as equipas mais pequenas têm", explicou.

O técnico admitiu que "será um dia diferente" em Vila Real, acrescentando que os casos em que as equipas mais pequenas são obrigadas a jogar em campo neutro "é por vontade da Federação Portuguesa de Futebol". "Tem de vistoriar da melhor forma os campos, tendo em conta as transmissões televisivas. Depois sim, definem o que é possível e o que não é. Estamos habituados a promover um clima de festa. Vamos a Vila Real e vai ser um dia diferente tanto para as pessoas como para os jogadores. Temos de jogar onde foi definido e temos de vencer. Se jogássemos noutro estádio qualquer, penso que não seria nem mais fácil ou nem mais difícil.", acrescentou.

Sobre o estado do relvado do Complexo Desportivo Monte da Forca, onde se realiza a partida a partir das 20.15 horas, Sérgio Conceição adiantou que os técnicos da relva do FC Porto estão a "ajudar no tratamento", por forma a que "não esteja fora do que é normal". "Estamos preparados para as dificuldades. Se estiver menos bom, temos que jogar na mesma", disse.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG