Selecionador sueco não garante vida fácil à Inglaterra

Janne Andersson garante que a sua equipa saberá lidar com a pressão inerente a esta fase da competição.

O selecionador sueco, advertiu esta sexta-feira que o futebol praticado pela equipa nórdica pode ser "fácil de perceber", mas será "difícil de bater" no Mundial2018, no qual defrontará no sábado a Inglaterra, nos quartos-de-final.

"Tem sido comentado que a nossa equipa é fácil de analisar, mas difícil de derrotar. Penso que é uma boa descrição", observou Janne Andersson, em conferência de imprensa, quando foi confrontado com o estilo considerado demasiado defensivo da seleção sueca.

O treinador assinalou que os jogadores "são muito fiéis a esta ideia de jogo", com o qual pretende vencer a congénere inglesa e atingir as meias-finais de um campeonato do mundo em 24 anos, reeditando a proeza alcançada em 1994, nos Estados Unidos.

"Já disputámos vários jogos para chegar a esta fase e sempre lidámos com a pressão da mesma forma. Não pensamos fazer nada de diferente em relação a este jogo, nem a mais, nem a menos", afirmou Janne Andersson, que, para já, não perde tempo em pensar na conquista do título.

O técnico considerou que os lances de bola parada serão "uma das chaves" para determinar o vencedor da partida de sábado, em Samara, notando que será a primeira vez que vai encontrar "uma equipa com resultados tão bons" quanto a sua naquela área.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG