Seferovic prolonga contrato com o Benfica

Novo contrato até 2024 mantém a cláusula de rescisão de 60 milhões de euros.

O avançado internacional suíço Haris Seferovic prolongou o contrato com o Benfica por dois anos, até 2024, anunciou hoje o campeão português de futebol na BTV, mantendo a cláusula de 60 milhões de euros.

Seferovic, de 27 anos, foi o melhor marcador da I Liga na época passada, com 23 golos, contribuindo decisivamente para a conquista do título nacional por parte da equipa lisboeta.

"Estou muito feliz, todos sabem que estou muito bem e que gosto de viver aqui. Temos uma boa equipa, com muita qualidade (...). Este clube é como uma família", disse Seferovic, em entrevista à BTV, assinalando que pretende manter-se "muitos anos" na equipa benfiquista: "Até ao fim", reforçou.

O avançado transferiu-se sem custos para o Benfica antes do início da época 2017/18, depois de o contrato com os alemães do Eintracht Frankfurt ter expirado, e marcou 34 golos em 80 jogos nas duas temporadas ao serviço dos 'encarnados', em todas as competições.

"Quero marcar mais [golos] do que no ano passado, mas temos de trabalhar muito, e quero muito ganhar títulos, não só da Liga. Espero estar bem, sem lesões, e poder fazer muitos mais golos", afirmou o internacional suíço.

O Benfica perdeu no defeso dois importantes avançados, o brasileiro Jonas, que terminou a carreira, e João Félix, transferido para o Atlético de Madrid por 120 milhões de euros, tendo contratado o espanhol Raul de Tomás (ex-Real Madrid), o brasileiro Carlos Vinicius (ex-Nápoles) e o venezuelano Jhonder Cádis (ex-Monagas).

O campeão nacional vai fazer a estreia oficial na época 2019/20 no próximo domingo, frente ao rival lisboeta Sporting, na final da Supertaça portuguesa, no Estádio Algarve, e Seferovic só pensa em conquistar o primeiro troféu da temporada.

"Estamos a melhorar. Vamos ter no domingo o primeiro jogo oficial e queremos ganhar. Foi uma boa [pré-época] (...) Vamos preparar o jogo durante esta semana", assinalou Seferovic, que espera também que o Benfica possa melhorar o desempenho na Liga dos Campeões em relação às duas últimas temporadas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG