Alemão Schweinsteiger diz adeus aos relvados

Internacional alemão fez parte da seleção campeã do mundo em 2014, no Brasil.

Bastian Schweinsteiger vai terminar a carreira no final da época. O atual médio dos Chicago Fire (EUA) anunciou a decisão nas redes sociais, agradecendo a todos os que o apoiaram ao longo da carreira: fãs, Bayern de Munique, Manchester United, Chicago Fire e a seleção alemã, além da esposa, Ana Ivanovic, e da família.

"Dizer adeus como um jogador ativo faz-me sentir um bocado nostálgico, mas também estou ansioso pelos desafios entusiasmantes que me esperam. Vou continuar fiel ao futebol", escreveu Schweinsteiger de 35 anos.

O internacional alemão conquistou oito bundesligas, uma Liga dos Campeões, uma Liga Europa e um Mundial de seleções, além de inúmeras taças na Alemanha e Inglaterra.

Em 2016 esteve na rota do Sporting, quando o capitão Adrien Silva se mudou para o Leicester.

Exclusivos

Premium

Vida e Futuro

Formar médicos no privado? Nem a Católica passa no exame

Abertura de um novo curso de Medicina numa instituição superior privada volta a ser chumbada, mantendo o ensino restrito a sete universidades públicas que neste ano abriram 1441 vagas. O país está a formar médicos suficientes ou o número tem de aumentar? Ordem diz que não há falta de médicos, governo sustenta que "há necessidade de formação de um maior número" de profissionais.