Rooney confessa vício do jogo. Perdeu quase um milhão em cinco meses

Jogador assinou pelo Derby County que é patrocinado por uma empresa de apostas e a mulher está preocupada, com uma possível recaída.

Wayne Rooney, que esta semana se estreou como jogador do Derby County, confessou ter sofrido um sério problema de dependência do jogo, que afetou seu rendimento no Manchester United e na seleção inglesa e quase acabava com o seu casamento. As revelações do jogador inglês aconteceram durante um episódio do Stay in control de 32Red, um programa de consciencialização do jogo de uma casa de apostas que patrocina a sua atual equipa.

"Eu acho importante que eles [jovens jogadores] entendam a responsabilidade do dinheiro que ganham porque ganham muito dinheiro e é um responsabilidade nossa, dos mais velhos, passar a essa experiência, para os ajudar e orientar, seja com os perigos do jogo, seja como cuidar do dinheiro deles", explicou o antigo jogador do Manchester United.

Rooney cedo se tornou uma estrela com um ordenado astronómico. Chegou a ganhar 350 mil euros por semana nos red devils. Mas o excesso de tempo livre entre treinos, jogos e concentrações aborreciam-no ao ponto de encontrar no jogo online o escape ideal. Pelo menos assim pensava ele na altura. Em cinco meses perdeu quase um milhão de euros, segundo a imprensa inglesa.

Em 2008 chegou a esconder-se num quarto de hotel com o telemóvel para apostar e perdeu 80 mil euros em duas horas. "Eu era um garoto, que acabara de ganhar muito dinheiro. Num jogo fora de casa com o Manchester United, ficas em um hotel, na seleção de Inglaterra ficas num hotel por sete a dez dias, então é fácil ficar entediado e procuras coisas para passar o tempo. O jogo era um deles", disse o jogador de 34 anos.

Para ele "era fácil" fazer apostas por telemóvel: "Não parecia dinheiro de verdade. Não havia limites. Antes que percebas, já perdeste um pouco. Ganhei no começo e achei que era dinheiro fácil. Acabei mergulhado naquilo e acabei perdendo, acabei perdendo. "

Rooney foi aumentando as apostas na tentativa de recuperar o que perdia. "Acabei a apostar mais tentando recuperar o meu dinheiro. Quando perdes dinheiro como eu perdi, isso afeta o teu desempenho em campo. Felizmente, consegui pagar o que perdi e não joguei novamente. Aprendi com meus erros. Se continuas a jogar, perde mais. É aí que mergulhas num poço sem fundo", explicou o jogador, que em 2011 viu o pai, um tio e um primo serem detidos por envolvimento num esquema de apostas ilegais.

Apesar de confessar ter "saído da situação ruim" em que mergulhou, segundo a imprensa inglesa, o facto de o jogador jogar num clube patrocinado por uma casa de apostas e ter de vestir a camisola com publicidade, não agrada à mulher, que em 2017 ameaçou separar-se dele por causa do vício.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG