Publicidade na camisola do Huddersfield era afinal um golpe de marketing

Clube inglês deixou os fãs (e não só) furiosos com uma publicidade gigante a uma casa de apostas. Afinal era tudo uma campanha publicitária precisamente para anunciar o contrário, que o clube não vai ter patrocinador.

A meio da semana, a camisola do Huddersfield Town, clube que na época passada atuou na I Liga inglesa e que acabou por descer de divisão, virou tema de conversa e foi alvo de milhares de comentários críticos nas redes sociais devido a um patrocínio que ocupava a quase a totalidade da camisola com uma franja na vertical, uma publicidade a uma casa de apostas. Adeptos e não só não calaram a sua revolta. Mas afinal, sabe-se agora, foi tudo um golpe publicitário.

Para tornar mais credível que este seria mesmo o equipamento da equipa na nova temporada, o Huddersfield jogou um particular esta semana com a referida publicidade na zona frontal do equipamento... mesmo depois de a federação inglesa ter avisado o clube que não o podia fazer em partidas oficiais - a publicidade excede as medidas oficiais permitidas.

Esta sexta-feira, a estratégia de marketing foi explicada pelo clube e pelo patrocinador. E afinal é tudo ao contrário. A campanha chama-se #SaveOurShirt (salva a nossa camisola) e, na verdade, a camisola do Huddersfield não terá nesta temporada qualquer patrocinador. A casa de apostas (Paddy Power) também já veio dar justificações e clarificar que não vai ser sponsor do clube e no site oficial do emblema inglês até já foi mostrado o novo equipamento... completamente limpo de publicidade.

Exclusivos