Piloto francês morre após brutal acidente na Bélgica

Anthoine Hubert perdeu a vida num acidente que envolveu cinco carros. (em atualização)

Anthoine Hubert, jovem francês da equipa Arden, de apenas 22 anos, Campeão da GP3 Series o ano passado, morreu este sábado após um brutal acidente.

O piloto saiu de pista após a subida do Raidillon, bateu muito forte nas barreiras do lado direito da pista e voltou à posta batendo de frente e de forma violenta com o carro de Juan Manuel Correa. A batida, que envolveu cinco carros, levou a organização a decretar bandeira vermelha e cancelar a prova este sábado.

Segundo comunicado da Federação Internacional de Automobilismo, Hubert chegou a ser removido de helicóptero para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Quanto ao norte americano Juan-Manuel Correa, está em condição estável e a ser tratado no Hospitel de Liège.

Hubert era tido como uma promessa do automobilismo mundial e fazia parte da academia de pilotos da Renault e já havia vencido duas provas este ano na F2.

A prova de fórmula 2 disputava-se no âmbito do Grande Prémio da Bélgica de Fórmula 1, 13.ª prova do campeonato do mundo e que decorre este fim de semana no circuito de Spa-Francorchamps.

Exclusivos

Premium

Espanha

Bolas de aço, berlindes, fisgas e ácido. Jovens lançaram o caos na Catalunha

Eram jovens, alguns quase adultos, outros mais adolescentes, deixaram a Catalunha em estado de sítio. Segundo a polícia, atuaram organizadamente e estavam bem treinados. José Manuel Anes, especialista português em segurança e criminalidade, acredita que pertenciam aos grupos anarquistas que têm como causa "a destruição e o caos" e não a luta independentista.