Paulo Sousa deixa de ser treinador do Bordéus

O treinador português, de 49 anos, deixa o clube francês por estar em desacordo com o projeto.

Paulo Sousa deixou esta quinta-feira de ser treinador do Bordéus, avançou a rádio francesa RMC Sport, acrescentando que o técnico de 49 anos já anunciou a decisão de abandonar o clube aos jogadores na última noite.

De acordo com a mesma fonte, o antigo internacional português justificou a decisão de sair com o facto de o projeto que lhe foi proposto quando foi contratado em março de 2019 ter sofrido alterações com as quais não concorda.

Paulo Sousa, que tinha contrato até 30 de junho de 2022, termina a sua primeira passagem pela Liga francesa. Ao serviço do Bordéus orientou 42 jogos, tendo vencido 13, empatado 12 e perdido 18. Na época 2018-19 salvou a equipa da descida de divisão, depois de ter entrado em março, com um 14.ª lugar; enquanto esta temporada estava na 12.ª posição quando a Liga foi cancelada devido à pandemia de covid-19.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG