Paulo Fonseca: "Sp. Braga campeão? Pode acontecer e acredito"

O treinador português disse este domingo acreditar que o emblema bracarense, pelo qual venceu uma Taça de Portugal, pode lutar pelo título de campeão, embora trave uma luta desigual frente aos grandes.

"Eu acreditar, acredito, até pela ambição do seu presidente, pela qualidade do seu treinador e do seu plantel. Penso que é possível. Mas as pessoas têm de perceber que é uma luta desigual. O investimento feito pelos três grandes e o investimento feito pelo Braga não é o mesmo. Mas podem dizer que em Inglaterra houve um campeão sem um investimento tão grande...Pode acontecer e acredito que pode acontecer. Não é uma luta igual", advertiu.

Em entrevista à agência Lusa, o treinador dos ucranianos do Shakhtar Donetsk disse acreditar que, "se não for este ano, será nos próximos tempos, o Sporting de Braga vai dar luta aos grandes e pode mesmo lutar pelo campeonato".

"Não acho que seja justo criar essa pressão no seu treinador e na sua equipa, porque como disse não é uma luta igual", alertou.

A começar a terceira época na Ucrânia, Paulo Fonseca diz que continua a acompanhar o futebol português, mas, "se calhar, não tanto como gostava", embora assuma alguma tristeza por algumas polémicas no futebol lusa.

"A verdade é que deixei de ver muita coisa, porque me entristece. Temos tanto para valorizar no futebol português. Acreditem que a forma como o treinador e o jogador português são vistos no estrangeiro é muito diferente da falada em Portugal. Vai haver uma altura em que temos de reconhecer o nosso valor e a forma como nós, num país pequeno, nos desenvolvemos no futebol mundial", disse.

Para Paulo Fonseca, Portugal tem "os melhores jogadores, os melhores treinadores", consegue "exportar todos os anos imensos jogadores" e isto "quer dizer que há algo de bom" no futebol luso.

"Tenho pena que em Portugal não se consiga valorizar isso. Veja-se o que a nossa seleção tem feito. É realmente algo que tem de se valorizar no nosso país e não as outras coisas negativas que são criadas e que não trazem nada positivo ao futebol português", referiu.

Paulo Fonseca reiterou que os técnicos lusos não perdem "em nada para outras escolas" e que "o facto de estarem nos melhores campeonatos europeus, nas melhores equipas, atesta bem isso".

"Não tenho dúvidas nenhumas que vão continuar a aparecer mais treinadores portugueses nos melhores campeonatos, nas melhores equipas, porque o treinador português tem muita qualidade e o seu trabalho tem um nível elevadíssimo", referiu.

Sobre o avançado argentino Facundo Ferreyra, que se mudou do Shakhtar para o Benfica, mas não tem tido muito sucesso nos encarnados, Paulo Fonseca sublinhou que "é uma questão de adaptação".

"Adaptação também à forma como o Benfica joga, às características do Facundo. Não há dúvidas em relação ao valor de um jogador que faz 30 golos, não há dúvidas quanto à qualidade de um jogador que faz a Liga dos Campeões que fez no ano passado. Acredito que seja uma questão de tempo, para se adaptar à equipa e a equipa se adaptar a ele", referiu.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG