Para Federer discussão entre Serena e Carlos Ramos devia ser estudada

Suíço falou sobre o incidente ocorrido na final feminina do Open dos Estados Unidos entre a antiga número um e o árbitro português

Roger Federer falou, pela primeira vez, sobre as três advertências com que Carlos Ramos brindou Serena Williams na final do Open dos Estados Unidos com a americana a considerar que houve machismo por parte do árbitro português.

"Houve erros de parte a parte, devia ter havido maior discrição. Mas temos de compreender o papel dos árbitros, todos queremos que eles façam o seu trabalho. Cada árbitro tem o seu estilo, as coisas são mesmo assim. É um caso complicado mas, ao mesmo tempo, interessante e que devia ser estudado, disse o suíço.

Exclusivos