Benfica homenageia Luisão em dia de despedida

Encarnados marcaram uma "homenagem de agradecimento" ao central brasileiro de 37 anos para as 19:00 desta terça-feira, no Estádio da Luz

O Benfica marcou para as 19;00 desta terça-feira uma "homenagem de agradecimento a Luisão", no relvado do Estádio da Luz, numa cerimónia em que o central brasileiro de 37 anos deverá anunciar o final da carreira.

O DN apurou que o jogador vai rescindir contrato com o Benfica, terminar a carreira como futebolista e integrar a estrutura dos encarnados após gozar um período de férias.

O defesa brasileiro chegou ao Benfica em 2003/2004, até marcou no jogo de estreia, frente ao Belenenses, e deverá anunciar a saída, por mútuo acordo, pouco depois de ter renovado este verão, por mais um ano.

De águia ao peito, Luisão participou em 538 jogos, marcou 47 golos e conquistou 20 títulos.

Exclusivos

Premium

EUA

Elizabeth Warren tem um plano

Donald Trump continua com níveis baixos de aprovação nacional, mas capacidade muito elevada de manter a fidelidade republicana. A oportunidade para travar a reeleição do mais bizarro presidente que a história recente da América revelou existe: entre 55% e 60% dos eleitores garantem que Trump não merece segundo mandato. A chave está em saber se os democratas vão ser capazes de mobilizar para as urnas essa maioria anti-Trump que, para já, é só virtual. Em tempos normais, o centrismo experiente de Joe Biden seria a escolha mais avisada. Mas os EUA não vivem tempos normais. Kennedy apontou para a Lua e alimentava o "sonho americano". Obama oferecia a garantia de que ainda era possível acreditar nisso (yes we can). Elizabeth Warren pode não ter ambições tão inspiradoras - mas tem um plano. E esse plano da senadora corajosa e frontal do Massachusetts pode mesmo ser a maior ameaça a Donald Trump.