Neymar responde a vaias e insultos com o golo salvador

Durante 90 minutos, Neymar viveu um autêntico inferno criado pelos adeptos do PSG, mas nos instantes finais marcou um golaço e deu a vitória (1-0) à sua equipa diante do Estrasburgo.

Neymar foi a figura central do Paris Saint-Germain na sofrida vitória, por 1-0, no Parque dos Príncipes, frente ao Estrasburgo, em jogo da 5.ª jornada da Liga Francesa.

Assim que subiu ao relvado, Neymar foi brindado pelos adeptos parisienses com vaias e insultos por causa da sua vontade em deixar o clube para regressar ao Barcelona. O brasileiro foi titular, mas nunca terá sentido um ambiente tão hostil em sua própria casa. Assim que o seu nome foi anunciado na instalação sonora do estádio, surgiram os assobios e cânticos de "filho da p...".

Quando o jogo começou eis que surgiram os assobios cada vez que tocava na bola e surgiram tarjas nas bancadas da claque dirigida ao pai do jogador. "Senhor Neymar, venda o seu filho na Vila Mimosa", dizia, numa referência à zona de prostituição do Rio de Janeiro. Outra dizia: "10 milhões de euros para se juntar a Messi. Nenhuma prostituta de Paris."

Só que numa partida complicada para o PSG, acabou por ser Neymar a resolver o problema aos 90+2 minutos, quando executou um remate acrobático e deu a vitória à sua equipa. E a resposta aos insultos só não foi ainda mais esclarecedora porque logo a seguir viu outro golo seu ser anulado por fora de jogo.

Neymar resolveu a partida e conquistou os três pontos para a sua equipa, falta agora saber se conseguiu amenizar o ambiente hostil que os adeptos do PSG lhe criaram. A resposta será dada nos próximos jogos.

Exclusivos