Neymar é acusado de violação por mulher que conheceu pelo Instagram

O crime sexual terá ocorrido no dia 15 de maio em Paris para onde a mulher viajou a convite do futebolista. Denúncia foi apresentada em São Paulo, confirma a polícia.

O futebolista Neymar é alvo de uma queixa-crime apresentada por uma mulher que alega ter sido violada pelo internacional brasileiro em Paris, no passado dia 15 de maio. A notícia foi conhecida este sábado após a mulher brasileira ter apresentado a denúncia em São Paulo. As autoridades já confirmaram a queixa, através da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo que divulgou uma nota curta: "Houve uma denúncia registada pela vítima na 6ª DDM (Delegacia de Defesa da Mulher). O inquérito policial segue em sigilo."

Da parte do jogador ainda não houve reação. Citada pela Globo Esportes, a assessoria de imprensa de Neymar disse que ainda não tem conhecimento do caso e só irá pronunciar-se quando conhecer a queixa.

De acordo com a denúncia, a mulher diz ter conhecido Neymar pelo Instagram e que foi convidada pelo jogador do Paris Saint-Germain a viajar até Paris. Ali encontrou-se com o futebolista num hotel onde terá ocorrido a violação. O Globo Esportes revela o conteúdo da denúncia à polícia.

Nesse documento, a mulher diz que "conheceu Neymar da Silva Santos Junior através das redes sociais (Instagram) e passaram a trocar mensagens". A ofendida afirma que Neymar a "convidou para encontrá-lo em Paris e seu assessor "Gallo" entrou em contacto com a mesma na data de 12/05/2019 e forneceu as passagens e hospedagem. A vítima afirma que embarcou na data de 14/05/2019, chegando em Paris na data de 15/05/2019, hospedando-se no Hotel Sofitel Paris Arc Du Triomphe. A vítima afirma que na mesma data, Neymar chegou por volta das 20.00 no hotel, aparentemente embriagado, começaram a conversar, trocaram "carícias", porém em determinado momento, Neymar se tornou agressivo, e mediante violência, praticou relação sexual contra a vontade da vítima". Este é o relato transmitido às autoridades de São Paulo.

A mulher diz que após o encontro saiu de Paris no dia 17, regressando ao Brasil. Estava abalada emocionalmente e com medo de registar a queixa noutro país, decidindo apresentá-la na delegacia em São Paulo, onde reside.

Neymar está atualmente na seleção brasileira, que está concentrada em Teresópolis na preparação para Copa América que se disputa em breve. Tem sido muito comentada a possibilidade de regressar a Barcelona, clube onde atuou até se mudar para Paris.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG